TRADUTOR

segunda-feira, 17 de junho de 2019

FALA DA FCT NA GREVE GERAL 14 06 2019

Fora Bolsonaro e os 3Ms,
por novas eleições gerais agora!


Orador da Folha do Trabalhador (FCT) no carro de som na Greve Geral do dia 14 de junho de 2019
(click aqui para acessar ao vídeo)
Transcrição da fala no carro de som no Rio de Janeiro, na manifestação da Greve Geral do dia 14 de junho de 2019.

Queria dizer a vocês que esse ato grita em uníssono Fora Bolsonaro! Fora os 3 Ms [Mourão, Moro, Maia]! Fora Moro! Fora o seu ministro Guedes! O cara que quer acabar com a aposentadoria dos trabalhadores, o que cara que quer que nós, jovens, tenhamos que trabalhar até os 70 anos, 75, 80, para ganhar meio salário mínimo. Nós já estamos aqui para dizer NÃO a essa proposta! Estamos aqui para resistir a essa proposta! Estamos aqui para combater esse governo ilegítimo, que foi eleito graças a um golpe de Estado.

quinta-feira, 13 de junho de 2019

GREVE GERAL 14/06

Impulsionar a mobilização permanente para derrubar Bolsonaro e os 3 Ms*!

Se não há justiça para o povo, que não haja paz para o governo” Emiliano Zapata

A disputa em torno da reforma previdenciária virou uma luta de classe contra classe. O conjunto dos poderes burgueses estabeleceu uma trégua momentânea para blindar Moro e defender a reforma da previdência. Incluindo a mídia golpista, o 4º poder, e, principalmente, a Globo.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

RENDIÇÃO OU LUTA?

“Fica Bolsonaro” versus “Fora Bolsonaro”

Reproduzimos abaixo artigo escrito por Mario Maestre e Erico Cardoso e publicado nos sites do Pravda russo; Tlaxcala, da rede internacional de tradutores pela diversidade linguística; e o blog da Revista Espaço Acadêmico.

O imperialismo estadunidense segue na direção geral do governo. Os grandes proprietários prosseguem abraçando o programa golpista de institucionalização de nova ordem neocolonial para o país. Eles vislumbram redenção com a destruição da legislação trabalhista; com o esmagamento salarial dos trabalhadores; com o arrasamento do sistema de pensões público e privado; com mega-cortes na educação, saúde, segurança, etc. Sonham com neo-escravidão assalariada. Não vislumbram que, no novo mundo reformado e arrasado pelo grande capital, pequenos e médios empresários passarão – e já passam aos milhares – de orgulhosos caçadores à caça miúda.

sábado, 1 de junho de 2019

30M

Nossa educação, saúde, previdência públicas e natureza estão em RISCO e precisamos AGIR!

Greve geral 14/6 para pôr abaixo Bolsonaro, Mourão, Guedes e Moro e suas reformas!


Panfleto assinado pela Folha do Trabalhador e Anti-Morosofia e distribuído em várias cidades do país nas manifestações contra o governo Bolsonaro no 30 de maio de 2019

Manifestação do 30M no Cariri/Ceará
As nossas manifestações estudantis de 15/5 foram muito maiores que as bolsonaristas de 26/5. Se já as manifestações pela educação foram deste tamanho, imagine uma greve geral pra valer de todas as frações exploradas?

sábado, 25 de maio de 2019

"REVOLUÇÃO E CONTRA-REVOLUÇÃO NO BRASIL"

"Revolução e Contra-Revolução no Brasil (1530-2018)"
Lançamento de livro que é a síntese teórica da vida do historiador trotskista Mário Maestri

O jornal Folha do Trabalhador está apoiando a realização do Ciclo de Palestras: História, Linguagem e Luta de Classes, que se realizará no final do mês de maio de 2019, na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Na ocasião, será realizada a palestra Linguagem e Luta de classes, pela Professora Florence Carboni (UFRGS), no dia 27, no Auditório Rachel de Queiroz, às 18h e, no dia 28, no mesmo horário, o historiador e militante trotskista de longa data Mário Maestri irá lançar sua obra magna, o livro “Revolução e Contra-Revolução no Brasil (1530 - 2018)”, no Auditório Valnir Chagas, localizado na Faculdade de Educação. Ambos os auditórios se localizam dentro da UFC.

terça-feira, 21 de maio de 2019

CLIMA, LUTA DE CLASSES E FASCISMO

As mudanças climáticas provocam a luta de classes - mas também a ascensão do fascismo

Dov Winter - EUA

ALERTA DE EXTINÇÃO: Elevação da temperatura em graus Centígrados,
desde o marco inicial de medição em 1735. As alterações climáticas estão chegando
a um ponto irreversível para o clima e a vida na terra. Fonte: Artic-News

Os ingredientes para a sopa do fascismo estão se consolidando nos EUA. Sabemos sobre a ascensão de milícias de direita que vem ocorrendo há várias décadas e a adesão de elementos da classe trabalhadora branca e pauperizada ao fascismo. Mas há um novo ingrediente: a pequena burguesia devastada e insatisfeita no campo - um dos ingredientes clássicos do fascismo.

A classe trabalhadora empobrecida e a pequena burguesia no campo nunca se recuperaram da depressão / recessão geral de 2008. Então, muitos deles foram manipulados para apoiar Trump em 2016. E ainda há um novo e devastador ingrediente a longo prazo para o recrutamento dos fascistas: os efeitos devastadores das inundações e secas ocasionados pelas mudanças climáticas. As inundações e secas causaram devastações no Sul e no Meio-Oeste, uma área privilegiada para o desenvolvimento do fascismo.

segunda-feira, 20 de maio de 2019

GEOPOLÍTICA E NOVO GOLPE NO BRASIL

As conexões geopolíticas ocultas para a possibilidade de um novo Golpe no Brasil

Click aqui para acessar o vídeo da entrevista: As Conexões Geopolíticas ocultas para a Possibilidade de um Novo Golpe no Brasil 
(em Youtubers de Esquerda Uni-vos!!!)
Transcrevemos abaixo a entrevista do Prof. Fábio Sobral a jornalista Marina Valente, no programa Democracia no Ar na TV Atitude Popular, no dia 16 de maio de 2019.

MV - Temos o risco de uma ditadura militar no Brasil?

Nós temos um risco pior. É isso eu queria falar aqui. As pessoas estão olhando só para o Brasil. Eu não olho só para o Brasil. Eu sei que nós somos parte, desde 2013, de uma articulação internacional, de um novo tipo de guerra, que tenta definir a adesão dos países a um projeto do Pentágono. Isto está tudo documentado. É a doutrina Donald Rumsfeld [Secretário de Defesa dos EUA] e do Almirante Arthur Cebrowski [Conselheiro de Rumsfeld].

terça-feira, 14 de maio de 2019

15/5 - GREVE GERAL DA EDUCAÇÃO

Ou acabamos com o governo Bolsonaro ou ele acaba com a educação, a saúde e a previdência públicas

O governo Bolsonaro está dividido. Em termos gerais, de um lado, os EUA, o PSL, as seitas neopentecostais, olavistas, a família Bolsonaro e as milícias. Do outro, estão a cúpula das forças armadas, o Centrão, a imprensa golpista. O capital financeiro e o empresariado também estão divididos. A briga está cada vez mais tensa e um lado tentará golpear o outro.

terça-feira, 30 de abril de 2019

1o DE MAIO

Saudações do Comitê de Ligação da Quarta Internacional à Classe Trabalhadora Internacional

O Comitê de Ligação para a Quarta Internacional (CLQI) envia suas mais calorosas saudações revolucionárias aos trabalhadores, aos pobres e oprimidos do mundo. Não se pode defender a própria nação contra o imperialismo e apoiá-lo quando ele realiza guerras contra outras nações em conflitos internacionais diretamente lideradas pelos EUA ou por seus aliados. Podemos dizer que o CLQI foi a única organização trotskista internacional que consistentemente defendeu a Líbia e todas as outras semi-colônias contra o ataque do imperialismo desde a guerra da CIA / OTAN para derrubar Muammar Gaddafi em 2011.

VENEZUELA - AGENTE DA CIA ANUNCIA GOLPE MILITAR

Agente da CIA anuncia um golpe militar
Original em Grego publicado pelos camaradas do KED



O autoproclamado "presidente venezuelano", Juan Guaidos, publicou um vídeo de três minutos algumas horas atrás, chamando as forças armadas venezuelanas de um golpe de Estado.

A história da doutrina Monroe e da Operação Condor, dos bandidos de Washington agora está abertamente cada vez mais aberta, normalmente implica uma seriedade contra tais movimentos.

domingo, 14 de abril de 2019

LIBERDADE PARA ASSANGE E CHELSEA MANNING!

Liberdade para Julian Assange e Chelsea Manning!
Derrotar os criminosos de guerra imperialistas!

Declaração do Comitê de Ligação Pela IV Internacional, CLQI

Kristinn Hrafnsson, editora do WikiLeaks, e a advogada Jennifer Robinson falam à mídia fora da corte de magistrados de Westminster, onde o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, estava em Londres, quinta-feira, 11 de abril de 2019.
A prisão de Julian Assange, fundador do Wikileaks, na embaixada equatoriana em Londres, em 11 de abril, é outro crime imperialista e expõe mais uma vez que um importante papel internacional da classe dominante imperialista britânica. Nas palavras da amiga de Assange, Pamela Anderson, a Grã Bretanha está agindo como "a vadia dos EUA".

sábado, 13 de abril de 2019

TROPAS DOS EUA FOGEM DA LÍBIA

EUA é derrotado na Líbia
Pela construção da frente única anti-imperialista!
Nenhuma confiança em Hafter!
Pela vitória militar do Exército Nacional Líbio!


Depois da queda de Kadafi em 2011 pela intervenção da coalizão imperialista na Líbia em 2011, se acumularam as contradições internas entre as forças que derrubaram Kadafi. Estas contradições internas deram um salto de qualidade a partir de 2014, iniciando uma segunda guerra civil na Líbia que se estende até hoje.

quinta-feira, 11 de abril de 2019

LULA, O NOSSO CASO DREYFUS

Fazer da luta pela libertação de Lula o aborto da ditadura em curso


Muitos artigos e analistas tem chamado a atenção para a semelhança entre os casos Dreyfuss e Lula, do ponto de vista de ser uma farsa judicial de comoção mundial. Mas pouco se destaca da importância que essa luta tem para além do significado em si da libertação de Lula.

segunda-feira, 8 de abril de 2019

“PLENO EMPREGO”, ASCENSO GREVISTA HISTÓRICO E JORNADAS DE JUNHO DE 2013

“Pleno emprego”,
ascenso grevista histórico
e jornadas de junho de 2013


Nos últimos anos, o capital esteve na ofensiva contra a classe trabalhadora. Esse ataque adquiriu um salto de qualidade com o golpe de Estado de 2016. Costuma-se a acreditar que dias melhores de luta de nossa classe já se perderam no tempo ou nunca existiram. Todavia, momentos de ofensiva da luta dos trabalhadores brasileiros não estão tão distantes assim. Nossa geração teve experiências ofensivas recentes, como as lutas de 2013 e a greve geral de 2017 que precisam ser melhor refletidas.

domingo, 24 de março de 2019

43 ANOS DO GOLPE MILITAR ARGENTINO

Lutar contra o terror capitalista de ontem e hoje!


Tendencia Militante Bolchevique 

Em 24 de março de 1976, o golpe genocida foi consumado. Ele foi precedido por várias manifestações de terrorismo capitalista, estatal e paraestatal. O objetivo do golpe foi o extermínio da militância de vanguarda e a contenção do ascenso dos trabalhadores e das lutas populares que vinham ocorrendo, para abrir caminho para o ataque aos trabalhadores e à neocolonialização do país.

sexta-feira, 22 de março de 2019

NÃO APOIAMOS PRISÃO DE TEMER PELA AGENCIA DA CIA NO BRASIL

Lava Jato, a principal agência da guerra híbrida da CIA no Brasil, prende Temer e recebe apoio da esquerda brasileira

A Lava Jato prendeu o ex-presidente Michel Temer em um processo midiático, justamente quando estava sofrendo vários golpes e desmoralizações, quando sua máscara estava caindo para amplos setores da população.

Temer é nosso inimigo de classe, assim como o megacapitalista Marcelo Oderbrecht (cuja prisão analisamos em "Manobras golpistas imperialistas"), mas quando a prisão de um inimigo de classe é realizada pelo maior inimigo de todos os trabalhadores do mundo, nós, comunistas, defensores estratégicos dos interesses dos trabalhadores, não temos nada a comemorar, não apoiamos, não nos regogizamos. Nós nos opomos porque isso só fortalece ao imperialismo, não serve de "atalho" para nossa luta. É necessário aqui não se deixar levar pelo calor impressionista diante do frenético bombardeio de informações ilusórias e refletir o que se passa com as ferramentas do materialismo dialético.

quinta-feira, 21 de março de 2019

22 DE MARÇO 2019

Reaja, construa a greve geral!
Abaixo Bolsonaro e Mourão!
Lula livre e novas eleições!


A visita de Bolsonaro aos EUA revelou porque esse desqualificado foi transformado em presidente: por não passar de um puxa-saco de Trump, posto lá para fazer o Brasil retroceder a mera colônia dos EUA.

Agentes da CIA, como Sérgio Moro, com Supremo, com tudo, realizaram o Golpe, montaram a Lava Jato, um tribunal de exceção, para assaltar a Petrobrás e prender Lula, ameaçaram com um novo golpe militar, manipularam as mídias e as redes sociais.

sexta-feira, 1 de março de 2019

ESCRAVIDAO BRASILEIRA

Somos Todos Filhos da Escravidão

Mário Maestri, historiador

Nos momentos de grandes crises, volta-se comumente ao passado, à procura de fundamentos sólidos para escorar não raro para visões de mundo e projetos estrombólicos. No nosso país se tem feito o mesmo com criatividade singular. Somos uma nação imensa, de riquezas indescritíveis e de passado terrível, o que ajuda a explicar nossa triste sorte de gigante encepado. Ao debruçarmo-nos sem medo sobre o espelho da história, podemos arrancar dele visões reais do passado que contribuam para a superação dos fantasmas que nos assombram.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

ASSEMBLEIA DA CLASSE CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA DE BOLSONARO

20/F - Todos às ruas por verdadeiras Assembleias da Classe Trabalhadora, para construir a Greve Geral contra a reforma previdenciária de Bolsonaro

Na quarta, dia 20 de fevereiro de 2019, o governo Bolsonaro deve enviar ao Congresso Nacional a sua proposta de emenda à Constituição (PEC) que pretende restringir o acesso às aposentadorias dos setores público e privado. Nesse dia, as centrais sindicais anunciaram atos contra a Reforma da Previdência aos quais chamaram de “Assembleias da Classe Trabalhadora” para se contrapor a famigerada proposta do governo militarizado do capitão, que pretende impor um sistema de capitalização que vai minar o futuro de todas as aposentadorias.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

DECLARAÇÃO SOBRE A VENEZUELA

Derrotar o golpe patrocinado pelos EUA contra a Venezuela
Frente Única Anti-Imperialista contra os EUA para derrotar sua hegemonia global desesperadamente belicista

Comité de Ligação para a Quarta Internacional


À medida que a crise global do imperialismo mundial se aprofunda, o governo Trump se torna cada vez mais fanático e desesperado para reafirmar sua dominação global como a única superpotência para restaurar e aumentar as taxas de lucro de suas grandes instituições financeiras e corporações transnacionais. Existem quatro regiões principais que são os alvos de suas agressões hoje:

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

ELEIÇÕES - SINTSEF/CE

Por um sindicato de combate à ditadura militarizada e privatista que o governo Bolsonaro ameaça instaurar

Nos dias 4 e 5 de fevereiro ocorrerão eleições para a escolha da nova diretoria do Sindicato dos Servidores públicos federais do Ceará. O SINTSEF/CE é um dos maiores do Estado, com uma base superior a 19 mil trabalhadores. O jornal Folha do Trabalhador apoia a chapa 2, RESISTIR, RENOVAR E LUTAR, do Movluta, um grupo classista e combativo de oposição a burocracia cutista instalada no sindicato há vários anos. A atual diretoria tem se mostrado incapaz de unir a categoria, prepará-la ideologicamente organizá-la politicamente para realizar o combate que exige o momento, de crescimento da extrema direita, instrumento dos apetites vorazes do capital que avança sobre nossos direitos, impondo uma nova contrarreforma do Estado.

A chapa 2 defende muitas propostas novas para defender as condições de vida da categoria, revitalizar a relação da base com o sindicato, o serviço público, e a atuação dos servidores na luta de classes como a anistia das dívidas dos trabalhadores junto aos bancos; a valorização dos serviços públicos; o reajuste salarial anual e reposição de 25,41% das perdas dos Gov. Dilma e Temer, a formação política continuada por local de trabalho e região e o estudo do marxismo, a articulação da unidade de ação entre os trabalhadores federais, estaduais e municipais para derrotar os ataques aos trabalhadores; a unidade das entidades dos movimentos sindical, popular e estudantil para continuar a luta por um Serviço Público, gratuito e de qualidade a fim de realizar ações unificadas para reestruturá-lo e que o sindicato se torne uma ferramenta de combate contra a ditadura militarizada e privatista que o governo Bolsonaro está instaurando para escravizar os servidores públicos, em particular, ameaçados de perder todas suas conquistas, e aos trabalhadores em geral.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

100 ANOS DO ASSASSINATO DE LUXEMBURGO E LIEBKNECHT

"A ordem reina em Berlim!... Ah! Estúpidos e insensatos carrascos! A revolução levantará sua cabeça novamente amanhã e, para o horror estampado em vossos rostos, anunciará com todas suas trombetas: ‘Eu fui. Eu sou. Eu serei!Últimas palavras escritas por Rosa.
Berlim, 13/01/2019, 10 mil manifestantes homenageiam Rosa e Karl
Humberto Rodrigues

Há um século, em 15 de janeiro de 1919, a coronhada de rifle de um soldado a mando de um governo reformista esmagava a mais brilhante e corajosa cabeça do movimento operário revolucionário alemão depois de Marx e Engels. Este acontecimento, por ter abortado a melhor oportunidade de uma revolução socialista em uma nação capitalista avançada foi como uma tragédia de proporções bíblicas sobre o futuro da luta do proletariado mundial até os nossos dias.


domingo, 13 de janeiro de 2019

VENEZUELA

Defender Venezuela e Maduro contra o imperialismo e seus fantoches! Avançar na luta pelo socialismo! 
Milícia Nacional Bolivariana
Nicolas Maduro tomou posse para um segundo mandato de seis ano. O imperialismo já recorreu de quase todos os meios, sanções econômicas e diplomáticas, campanha de demonização midiática, bloqueios, terrorismo, desabastecimento, golpe militar para livrar-se do chavismo. Por fim, anunciam abertamente os preparativos para uma intervenção estrangeira no país com o apoio militar dos governos fantoches do Brasil e Colômbia.

Por outro lado, Cuba, Bolívia, El Salvador, Nicarágua, China, Rússia, Turquia, México, e a presidente do Partido dos Trabalhadores do Brasil estiveram na posse. A maioria dos governos capitalistas boicotaram.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

TEORIA DA QUARTA ONDA REVOLUCIONÁRIA MUNDIAL

O prognóstico de Marx que as revoluções proletárias renascem em proporções cada vez mais gigantescas é um fato historicamente comprovado

Teoria apresentada no 1º Foro Mundial do Pensamento Crítico, promovido pelo Conselho Latino Americano de Ciências Sociais, CLACSO, Buenos Aires, 23/11/2018

Leon Carlos e Humberto Rodrigues


A história da humanidade não se desenvolve de forma linear, nem em ciclos que se repetem, mas em ondas espiraladas. Em sua obra "O 18 Brumário de Luis Bonaparte", Marx compara as revoluções burguesas e proletárias até o século XIX. As revoluções burguesas teriam vida curta enquanto as proletárias corresponderiam a um longo processo de ascenso e refluxo, revolução e contrarrevolução, um processo cumulativo de crítica das experiências passadas.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

FRANÇA: COLETES AMARELOS

Quem são eles, por que lutam e como podem vencer

Viriato Lusitânia


Para resumir os eventos até esta data, 06/12/2018, devemos começar desde o início.

Por muitos anos, uma profunda, oculta insatisfação desmoralizada tem se escondido nas profundezas e em todos os níveis da sociedade francesa.

domingo, 2 de dezembro de 2018

PORQUE NOS DESFILIAMOS DA CONLUTAS

Bolsonaro e seu fiel apoiador, o vereador André Viana, eleito com o apoio da
Conlutas e do PSTU a presidente do sindicato Metabase em Itabira, MG
CARTA ABERTA A CSP CONLUTAS

Porque nos desfiliamos da CSP CONLUTAS 


Reproduzimos abaixo o documento de ruptura dos camaradas do Movluta com a Conlutas. O Movluta é um grupo de oposição no Sindicato dos Servidores Públicos Federais, Sintsef-CE, e corretamente caracteriza: "o processo de degeneração se consumou... a CONLUTAS se opõe objetivamente a ser uma ferramenta da classe para combater o golpismo burguês e passou a aplicar golpes contra sua própria base."

O Movimento Mobilização Compromisso e Luta, MOVLUTA, é um grupo sindical que se originou em 2006 fazendo oposição à diretoria do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado do Ceará. A base de nosso sindicato é composta por 19 mil trabalhadores, dos quais, 9 mil são filiados. O MOVLUTA obteve um terço dos votos na última eleição do SINTSEF/CE.

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

CÚPULA DO G-20 EM BUENOS AIRES

Contra a ofensiva do imperialismo!
Frente única Anti Trump-Macri!
Por um governo dos trabalhadores!

Tendencia Militante Bolchevique - Argentina

O servilismo de Macri com o imperialismo dos EUA já quebrou a Argentina. Em meio ao ajuste brutal com o aprofundamento das medidas de recessão em um contexto de crescente repressão do governo Macri espera obter credenciais de "confiável" ao imperialismo. É nesse contexto que a reunião do G-20 é realizada em Buenos Aires.

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

DIVISÃO DA TBI

A divisão da TBI e a política abstencionista de capitulação ao Imperialismo

Ian - Socialist Fight

Reproduzimos abaixo um artigo do camarada Ian acerca da explosão da TBI. Ian é um dos ex-dirigentes da Tendência Bolchevique Internacional (TBI) na Grã Bretanha, e hoje, membro do Socialist Fight, seção britânica do Comitê de Ligação pela IV Internacional. A família espartaquista (organizações oriundas da Liga Espartaquista, uma ruptura do SWP dos EUA da década de 1960), e em particular a TBI. Essa família impactou fortemente o Coletivo Lenin e a LBI, e ainda mais no Reagrupamento Revolucionário, uma ruptura do Coletivo Lenin. A FCT foi formada por um processo de rupturas e superações de militantes oriundos do Coletivo Lenin, LBI, PSTU e PT.

A Tendência Bolchevique Internacional (TBI) se separou em outubro. Essa pequena organização trotskista se reuniu pela primeira vez em 1990. Foi a fusão de três pequenos grupos diferentes, na América do Norte, Alemanha e Nova Zelândia, cada um dos quais se originou de pessoas que renunciaram ou foram expulsas dos espartaquistas no final dos anos 70 e início dos anos 80, devido a degeneração dessa organização em um culto político desagradável. A TBI se desfaz após 25 anos sem ter avançado significativamente durante esse período. O grupo alemão já havia entrado em colapso, e esses eventos realmente colocam a probabilidade de que essa tendência possa desaparecer do mapa político.

terça-feira, 20 de novembro de 2018

APOIO CRÍTICO, FRENTES POPULARES E PARTIDOS OPERÁRIOS BURGUESES

Apoio crítico, frentes populares e partidos operários burgueses

Ian - Socialist Fight

Reproduzimos abaixo o artigo do camarada Ian, um dos ex-dirigentes da Tendência Bolchevique Internacional (TBI) na Grã Bretanha, e hoje, membro do Socialist Fight, seção britânica do Comitê de Ligação pela IV Internacional. A família espartaquista (organizações oriundas da Liga Espartaquista, uma ruptura do SWP dos EUA da década de 1960), e em particular a TBI, exerceu uma forte influência programática no Coletivo Lenin e na LBI, e ainda mais no Reagrupamento Revolucionário, ruptura do Coletivo Lenin. A FCT foi formada por um processo de rupturas e superações de militantes oriundos do Coletivo Lenin, LBI, PSTU e PT.


No rescaldo da recente divisão em três grupos distintos na Tendência Bolchevique Internacional, tem havido uma onda de debates políticos entre eles e os defensores do grupo Socialist Fight (em português, Luta Socialista), principalmente no Facebook, mas também em outros lugares. Uma questão importante nos debates multifacetados tem sido um artigo que escrevi muito antes de ingressar no Socialist Fight, 20 anos atrás, intitulado Trotskismo, a Frente Unida e a Frente Popular: Contra a Colaboração de Classe e o Sectarismo Estéril (1998). e publicado em um jornal chamado Revolução e Verdade.

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

O PRIMEIRO GRANDE CRIME

Bolsonaro: MENOS médicos e saúde para milhões de brasileiros

Sem nem ter tomado posse ainda, o novo governo vai precarizar a já debilitada saúde da população brasileira, principalmente nas periferias e cidades do interior do país. Bolsonaro provocou o fim do programa “Mais Médicos”, fazendo referencias depreciativas, ameaçadoras e estabelecendo condições unilaterais para Cuba que dignamente respondeu: “nossos médicos não foram pedir trabalho no Brasil, foram cumprir uma missão. Não foram pedir emprego, foram prestar solidariedade”, e convocou os médicos de volta. Cuba tratou de resguardar seus profissionais de Saúde ante um governo que evidentemente significa um risco para os mesmos e que poderia resultar em uma provocação que pusesse em risco as relações diplomáticas e militares entre os dois países.

Sem o Mais Médicos, nesse momento, 2.800 municípios brasileiros, de um total de 5.500, serão afetados. Ou seja, mais da metade. Desses, 1.500 ficarão completamente desassistidos, pois só possuem médicos graças à missão cubana. Além de 75% do atendimento médico nas aldeias indígenas, que deixará de existir. Sairão de uma vez 8.500 médicos de áreas carentes. Mas não pensem que serão afetados apenas estados pobres e populações esquecidas. São Paulo e Bahia serão os mais atingidos. Esse é o primeiro grande crime de Bolsonaro contra os brasileiros. Muitos adoecerão e morrerão devido a essa medida. Pelo menos 24 milhões de brasileiros ficarão sem médicos com a saída dos cubanos.

domingo, 4 de novembro de 2018

MARCHA MIGRATÓRIA RUMO AOS EUA

"¡Los migrantes no son criminales, somos trabajadores internacionales!"
¡Trabajadores del mundo uníos por sobre las fronteras en contra los tiranos del capital y el imperialista Trump! ¡Por la defensa del derecho democrático de trasladarse de un territorio a otro!

Reproduzimos em seu original castellano o artigo da Tendência Militante Bolchevique da Argentina, organização irmã da FCT.

Aumenta y avanza a cada minuto la marcha de inmigrantes centroamericanos hacia la frontera de Estados Unidos. La crisis migratoria es una consecuencia del empobrecimiento de los pueblos oprimidos del continente por los golpes e intervenciones imperialistas que impone la barbarie.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

BOLSONARO

Um neonazista na presidência 
Organizar a resistência e a autodefesa dos trabalhadores e oprimidos, negros, mulheres, lgbts!


Brasil, 29 de Outubro de 2018

A “Nova República”, fundada sob a Constituição de 1988, morreu. Nasce um novo regime político. A legislação (fiscal, trabalhista, garantias fundamentais constitucionais) do país foi profundamente modificada após o Golpe de 2016. O regime de exceção do governo Temer dará lugar a um outro, de tipo neonazista, e de maior terrorismo estatal contra a população trabalhadora. Foi isso que os primeiros discursos contemporizadores do novo tirano tentaram negar, querendo fazer parecer que seu governo será de continuidade democrática.

domingo, 28 de outubro de 2018

GLOBO X RECORD

Eleições aprofundam tensão entre Globo e RecordTV

Fascista do PSL recebe apoio do dono da Record. Objetivo é ultrapassar Globo na audiência e ser a rede porta voz do novo regime ditatorial empresarial, teocrático e militarizado

Emiliano Fernandez

Um fato ocorrido no dia 04 de outubro aponta para uma nova fase da guerra pela audiência da TV aberta brasileira: o então líder nas pesquisas eleitorais, Jair Bolsonaro (PSL), alegou restrições médicas para se ausentar do debate entre os presidenciáveis (tradicional e concorrido encontro do calendário eleitoral brasileiro), transmitido pela Rede Globo de Televisão, às vésperas do primeiro turno. O debate transformou-se numa tradição desde a redemocratização, reunindo os principais candidatos ao Palácio do Planalto.

sábado, 6 de outubro de 2018

POSIÇÃO DA FCT NO 1o TURNO DAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS NO BRASIL

Votar em Haddad como parte da luta para derrotar Bolsonaro, a radicalização militar e fascista do Golpe de Estado, e o imperialismo!

Nesse sete de outubro de 2018 votamos na candidatura do PT contra a candidatura que reivindica a instalação de uma nova ditadura através de um "autogolpe" para reescravizar os trabalhadores brasileiros. A ampla unidade burguesa pela vitória do Bolsonaro nessas eleições golpistas visa “legitimar” uma intervenção militar na guerra de classes do país.

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

MANIFESTO DE ALERTA PARA AS MANIFESTAÇÕES DO 29S - #ELENÃO

Militares e empresários preparam um golpe dentro do golpe para impor uma nova ditadura

Depois de derrubar Dilma e prender Lula, os golpistas cancelaram o título de 3,4 milhões de eleitores. A maioria desses que serão proibidos de votar são pobres e nordestinos. Depois de cassar a presidenta e proibir o candidato, são os próprios eleitores trabalhadores que estão sendo cassados. Detalhe, a diferença entre Dilma e Aécio, em 2014, foi de 3.459.963 de votos.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

ARGENTINA 25S - DA PARALISAÇÃO À GREVE GERAL

¡Huelga general por tiempo indeterminado para salvar las condiciones de vida de los trabajadores! 

Declaração da Tendencia Militante Bolchevique, seção argentina do Comitê de Ligação pela IV Internacional, para a paralisação nacional do dia 25 de setembro em Buenos Aires.

En poco más de dos años el gobierno de Macri profundizo la dependencia del país del capital especulativo, retrocediendo la economía del país a una situación peor que los neoliberales años 90. Ahora ni siquiera hubo la llamada “plata dulce” que tanto agradó a sectores de la clase media hace más de dos décadas. Y más, se alimentó la bola de nieve de la deuda en forma incomparablemente mayor. Ahora la deuda externa equivale al 60 % del PBI y amenaza con apropiarse de la mayor parte de la riqueza producida en el país.

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

ABRAHAM LEON, A QUESTAO JUDAICA E O SIONISMO

Abraham Leon e a Questão Judaica

Ian Donovan - Socialist Fight, seção britânica do CLQI

Antes de tudo, gostaria de perguntar por que estamos abordando essa questão dessa forma? Achamos que o atual ataque sofrido pelo  Partido Trabalhista utilizando a questão judaica como arma responde parcialmente a essa pergunta.

Assim como estão embricados nessa questão o envolvimento dos sionistas em uma série de eventos históricos importantes, como a Guerra do Iraque; a chamada "guerra ao terror"; o desvio do surgimento revolucionário da "Primavera Árabe" para uma campanha imperialista para destruir os mais importantes oponentes árabes nacionalistas de Israel no Oriente Médio: Síria e Líbia; a criação deliberada do caos no Oriente Médio; as ameaças de guerra contra o Irã por Israel e os EUA.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

IRÃ - METALÚRGICOS

Sanções econômicas: uma guerra contra os trabalhadores iranianos

Convocatória do FELEZKAR - Sindicato dos trabalhadores da indústria do metal do Irã para os sindicalistas e povos que amam a paz em todo o mundo

O que está acontecendo no cenário mundial em relação ao nosso país atualmente não tem nada a ver com a melhoria das condições de trabalho, resiliência e capacidade de luta, e o bem-estar dos trabalhadores iranianos, é uma guerra total contra a população e os trabalhadores iranianos. O imperialismo dos EUA está liderando políticas destinadas a transformar a paisagem geopolítica do Oriente Médio e do Irã.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

CIÊNCIA EVOLUTIVA E LUTA DE CLASSES

Do domínio do homem sobre a natureza a luta pelo socialismo
Leon Carlos e Humberto Rodrigues

Reproduzimos abaixo um artigo inédito em nosso blog, desenvolvico sobre o que foi publicado no jornal Folha do Trabalhador 23 (maio/2015)

Nossa espécie, o homo sapiens, se caracteriza por um desenvolvimento dinâmico de seus instrumentos de produção. Esta situação foi algo inédito na história natural do planeta. Não por acaso o Departamento I, produtor os bens de produção [ 1 ] é onde se concentra hoje em dia – o núcleo sino-russo – as tendências mais dinâmicas do capital, em detrimento da estagnação do núcleo imperialista EUA-UE, mais ricos, embora mais dependentes do rentismo, do cassino financeiro global que China e Rússia. Antes de tudo, o homem deve fazer suas necessidades biológicas e para isso deve construir instrumentos de produção (ferramentas, em sua fase mais avançada máquinas, etc.), com os quais extrai os recursos da natureza e os transforma em riqueza.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

BRASIL, 1822: UM PAÍS PARIDO PELA ESCRAVIDÃO

Brasil, 1822: Um país parido pela Escravidão
Mário Maestri
Auriverde pendão de minha terra, 
Que a brisa do Brasil beija e balança, 
[...] Antes te houvessem roto na batalha, 
Que servires a um povo de mortalha!...

Navio Negreiro, Casto Alves

Em janeiro de 1821, no Rio Grande do Sul, Au­guste de Saint-Hi­laire anotava em seu diário que o Reino do Brasil pe­ri­gava ser "per­dido pela casa de Bra­gança" e que "suas províncias" po­diam ex­plodir em na­ções in­de­pen­dentes, "como as colô­nias es­pa­nholas", con­si­de­rando-se a ta­manha di­fe­rença entre as mesmas. O naturalista francês es­crevia coberto de razões: "Sem falar do Pará e de Per­nam­buco, a ca­pi­tania de Minas e do Rio Grande, já menos distanciadas, di­ferem mais entre si que a França da In­gla­terra”.

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

PREPARAR OS TRABALHADORES CONTRA UM NOVO GOLPE

O primeiro confronto direto entre as Forças Armadas e os trabalhadores
brasileiros após o regime militar ocorreu em 1988, entre o Exército
e os metalúrgicos da CSN (Volta Redonda-RJ). Há 30 anos.
Para além das eleições controladas pela direita: preparar os trabalhadores contra um novo golpe

A cada nova pesquisa, amplia-se a vantagem eleitoral de Lula, próxima da metade das intenções de voto. Se os inimigos reconhecem, a vantagem tende a ser bem maior. Lula vence em todos os cenários: em todos os Estados e, em alguns, com o triplo de votos do segundo colocado e a soma dos votos de todos os outros candidatos. Seria fácil, inclusive, orientar em poucas horas, pelas redes sociais, os eleitores de Lula a votarem em Haddad. Se sob condições infinitamente mais adversas, em apenas cinco dias, Getúlio conseguiu eleger Dutra contra o favoritismo de Eduardo Gomes, em 1945, imagine Lula sendo favorito e dispondo dos meios de comunicações atuais:

Faltavam apenas cinco dias para a eleição presidencial de 1945. Naquela época, é claro, não existiam internet, redes sociais e muito menos WhatsApp. Nem mesmo havia TV. A informação, imaginava-se, corria de modo lento. O favorito, ao que tudo indicava, era o brigadeiro Eduardo Gomes, um homem autoritário, conservador nos costumes, apoiado pelos liberais da UDN e que prometia impor a ordem, diminuir o estado, promover a autoridade e consertar o país. Getúlio Vargas, recém-derrubado pelos quartéis, estava aparentemente sozinho, derrotado, politicamente morto, preso à própria rede de dormir, em São Borja. Até o momento em que, às vésperas do pleito, anunciou que apoiaria o general Eurico Gaspar Dutra, um mal menor, candidato que aparecia como um azarão em todas as sondagens da imprensa. "Ele disse: votai em Dutra", propagandearam os seus militantes. Em menos de uma semana, tal frase decidiu a eleição. Dutra foi eleito. E Getúlio preparou a volta ao poder, dali a cinco anos." Lira Neto, Facebook, 25/08/2018
Mais um motivo para levar a luta pela candidatura Lula até o último momento, até o último dos recursos. O gesto é o mesmo, basta teclar o número 13 para presidente. Todavia, a vida não está assim tão fácil. Essa lógica alimenta um transe em grande parte da esquerda e dos trabalhadores.

domingo, 12 de agosto de 2018

CRESCE O TERRORISMO IMPERIALISTA NA AMÉRICA LATINA

Cresce el terrorismo imperialista

Leon Carlos - Tendência Militante Bolchevique - Argentina


En la actual ofensiva imperialista en Latinoamérica en donde en Venezuela el sábado 4 de agosto se concretó un atentado terrorista finalmente fallido, contra el presidente Maduro. En el atentado se hizo uso de drones cargados con explosivos, que fallaron en el intento de matar al presidente pero terminaron hiriendo a siete oficiales bolivarianos.


El atentado terrorista pasa un año después de que Maduro, a través de la elección de una asamblea constituyente, impidió la concreción del golpe de Estado parlamentario en curso en la propia Venezuela, como lo que derribó al gobierno de Dilma del PT en Brasil.

sábado, 4 de agosto de 2018

ALERTA AOS TRABALHADORES

Vem aí um novo golpe

Editorial do Jornal Foha do Trabalhador # 29


Enquanto os trabalhadores não ocuparem as ruas e não realizarem greves fortes e cada vez mais amplas, os golpistas aprofundarão sua contrarrevolução permanente. Impuseram um Golpe de Estado, congelaram os investimentos em saúde e educação por vinte anos, eliminaram os direitos históricos dos trabalhadores, aumentaram o desemprego,...

Setores essenciais ao funcionamento de um Estado nacional são liquidados: petróleo, energia, serviços básicos. Grandes empresas como a Embraer são entregues às concorrentes multinacionais, enquanto o Estado é fagocitado ao gosto de corporações com matrizes brasileiras, mas que se tornaram as maiores do planeta em seus ramos, como a AB Inbev (bebidas), que se apropriará da Eletrobrás, e a Kroton (educação), grande beneficiária da contrarreforma do ensino médio. O Itaú Unibanco, o maior banco da América Latina, um importante membro da conspiração que patrocinou o golpe de 2016, teve lucro líquido de R$ 6,2 bilhões no segundo trimestre, uma alta de 10,7% sobre o mesmo período de 2017.

domingo, 29 de julho de 2018

AMÉRICA LATINA

Ofensiva imperialista e o estrangulamento da democracia semicolonial

Leon Carlos

Tendência Militante Bolchevique - TMB - tmb1917.blogspot.com.ar

Há alguns meses, o giro de Mike Pence, vice-presidente dos EUA, na América Latina visava criar entre governos lacaios da região um consenso político para uma nova escalada da agressão do imperialismo na Venezuela, cogitando até uma invasão da própria Venezuela. Nesse sentido, os EUA esperam contar com o apoio dos governos pró-imperialistas da Argentina, Brasil, Colômbia, Peru, Chile, Equador e Panamá.

quarta-feira, 25 de julho de 2018

EUA - BRADO

O coletivo BRADO e a luta contra o golpe em Nova York
BRADO - NY

BRADO-NY ou Brazilian Resistance Against Democracy’s Overthrow é um grupo ativista da resistência brasileira contra o golpe e pela democracia com sede em Nova York, que se formou e expandiu nos últimos anos. O desejo de interagir com outros brasileiros para trocar ideias, expressar indignação e revolta com o golpe, canalizar o mal-estar em ações concretas de denúncia, informação, conscientização e empenho com trabalho de base fez superar a sensação de impotência pela separação e distância do País e nutrir a intenção de atuar de todos os modos possíveis.

terça-feira, 24 de julho de 2018

CAMARADA CLÓVIS OLIVEIRA

Camarada Clovis Oliveira, presente, hoje e sempre!

É com uma profunda tristeza que registramos aqui o falecimento do camarada Clóvis Oliveira. Nascido em 23 de maio de 1948, Clovis fazia parte da mais antiga geração de quadros trotskistas brasileiros vivos e, no caso dele, em plena atividade política. Militante trotskista desde a década de 1960, acreditava que não havia atalho para a emancipação dos trabalhadores sem a organização política da classe trabalhadora, e nesse princípio Clóvis foi até o final no pensamento e na ação.

domingo, 22 de julho de 2018

ALCOOLISMO

Dos seis bilionários mais ricos do Brasil,
que concentram mais dinheiro que os
100 milhões mais pobres, três são donos
da ABInbev. Os outros são donos de banco,
da Globo e do Facebook
Pela expropriação da grande burguesia
golpista da indústria de bebidas!

Davi Lapa

O Brasil perde com o consumo de bebida 7,3% do PIB por ano. Esse custo atingiu em 2014, algo como 372 bilhões bancado pelo governo através de acidentes de trânsito, tratamentos, gastos com convênios médicos privados, despesas inesperadas que destroem o orçamento de famílias, desemprego, afastamento do trabalho custeado pela Previdência Social, baixa eficiência das empresas e tantos outros silenciosos sintomas.

O Brasil perde com alcoolismo 4,5 vezes mais do que o lucro dos fabricantes de bebidas, pequenos e grandes grupos de fabricantes de bebidas, movimentam 1,6% de todas as riquezas produzidas no país. A indústria de bebidas e o alcoolismo induzido pela mesma causam um prejuízo econômico enorme ao país. Mas não fica por aí.