TRADUTOR

segunda-feira, 20 de maio de 2019

GEOPOLÍTICA E NOVO GOLPE NO BRASIL

As conexões geopolíticas ocultas para a possibilidade de um novo Golpe no Brasil

Click aqui para acessar o vídeo da entrevista: As Conexões Geopolíticas ocultas para a Possibilidade de um Novo Golpe no Brasil 
(em Youtubers de Esquerda Uni-vos!!!)
Transcrevemos abaixo a entrevista do Prof. Fábio Sobral a jornalista Marina Valente, no programa Democracia no Ar na TV Atitude Popular, no dia 16 de maio de 2019.

MV - Temos o risco de uma ditadura militar no Brasil?

Nós temos um risco pior. É isso eu queria falar aqui. As pessoas estão olhando só para o Brasil. Eu não olho só para o Brasil. Eu sei que nós somos parte, desde 2013, de uma articulação internacional, de um novo tipo de guerra, que tenta definir a adesão dos países a um projeto do Pentágono. Isto está tudo documentado. É a doutrina Donald Rumsfeld [Secretário de Defesa dos EUA] e do Almirante Arthur Cebrowski [Conselheiro de Rumsfeld].

terça-feira, 14 de maio de 2019

15/5 - GREVE GERAL DA EDUCAÇÃO

Ou acabamos com o governo Bolsonaro ou ele acaba com a educação, a saúde e a previdência públicas

O governo Bolsonaro está dividido. Em termos gerais, de um lado, os EUA, o PSL, as seitas neopentecostais, olavistas, a família Bolsonaro e as milícias. Do outro, estão a cúpula das forças armadas, o Centrão, a imprensa golpista. O capital financeiro e o empresariado também estão divididos. A briga está cada vez mais tensa e um lado tentará golpear o outro.

terça-feira, 30 de abril de 2019

1o DE MAIO

Saudações do Comitê de Ligação da Quarta Internacional à Classe Trabalhadora Internacional

O Comitê de Ligação para a Quarta Internacional (CLQI) envia suas mais calorosas saudações revolucionárias aos trabalhadores, aos pobres e oprimidos do mundo. Não se pode defender a própria nação contra o imperialismo e apoiá-lo quando ele realiza guerras contra outras nações em conflitos internacionais diretamente lideradas pelos EUA ou por seus aliados. Podemos dizer que o CLQI foi a única organização trotskista internacional que consistentemente defendeu a Líbia e todas as outras semi-colônias contra o ataque do imperialismo desde a guerra da CIA / OTAN para derrubar Muammar Gaddafi em 2011.

VENEZUELA - AGENTE DA CIA ANUNCIA GOLPE MILITAR

Agente da CIA anuncia um golpe militar
Original em Grego publicado pelos camaradas do KED



O autoproclamado "presidente venezuelano", Juan Guaidos, publicou um vídeo de três minutos algumas horas atrás, chamando as forças armadas venezuelanas de um golpe de Estado.

A história da doutrina Monroe e da Operação Condor, dos bandidos de Washington agora está abertamente cada vez mais aberta, normalmente implica uma seriedade contra tais movimentos.

domingo, 14 de abril de 2019

LIBERDADE PARA ASSANGE E CHELSEA MANNING!

Liberdade para Julian Assange e Chelsea Manning!
Derrotar os criminosos de guerra imperialistas!

Declaração do Comitê de Ligação Pela IV Internacional, CLQI

Kristinn Hrafnsson, editora do WikiLeaks, e a advogada Jennifer Robinson falam à mídia fora da corte de magistrados de Westminster, onde o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, estava em Londres, quinta-feira, 11 de abril de 2019.
A prisão de Julian Assange, fundador do Wikileaks, na embaixada equatoriana em Londres, em 11 de abril, é outro crime imperialista e expõe mais uma vez que um importante papel internacional da classe dominante imperialista britânica. Nas palavras da amiga de Assange, Pamela Anderson, a Grã Bretanha está agindo como "a vadia dos EUA".

sábado, 13 de abril de 2019

TROPAS DOS EUA FOGEM DA LÍBIA

EUA é derrotado na Líbia
Pela construção da frente única anti-imperialista!
Nenhuma confiança em Hafter!
Pela vitória militar do Exército Nacional Líbio!


Depois da queda de Kadafi em 2011 pela intervenção da coalizão imperialista na Líbia em 2011, se acumularam as contradições internas entre as forças que derrubaram Kadafi. Estas contradições internas deram um salto de qualidade a partir de 2014, iniciando uma segunda guerra civil na Líbia que se estende até hoje.

quinta-feira, 11 de abril de 2019

LULA, O NOSSO CASO DREYFUS

Fazer da luta pela libertação de Lula o aborto da ditadura em curso


Muitos artigos e analistas tem chamado a atenção para a semelhança entre os casos Dreyfuss e Lula, do ponto de vista de ser uma farsa judicial de comoção mundial. Mas pouco se destaca da importância que essa luta tem para além do significado em si da libertação de Lula.

segunda-feira, 8 de abril de 2019

“PLENO EMPREGO”, ASCENSO GREVISTA HISTÓRICO E JORNADAS DE JUNHO DE 2013

“Pleno emprego”,
ascenso grevista histórico
e jornadas de junho de 2013


Nos últimos anos, o capital esteve na ofensiva contra a classe trabalhadora. Esse ataque adquiriu um salto de qualidade com o golpe de Estado de 2016. Costuma-se a acreditar que dias melhores de luta de nossa classe já se perderam no tempo ou nunca existiram. Todavia, momentos de ofensiva da luta dos trabalhadores brasileiros não estão tão distantes assim. Nossa geração teve experiências ofensivas recentes, como as lutas de 2013 e a greve geral de 2017 que precisam ser melhor refletidas.

domingo, 24 de março de 2019

43 ANOS DO GOLPE MILITAR ARGENTINO

Lutar contra o terror capitalista de ontem e hoje!


Tendencia Militante Bolchevique 

Em 24 de março de 1976, o golpe genocida foi consumado. Ele foi precedido por várias manifestações de terrorismo capitalista, estatal e paraestatal. O objetivo do golpe foi o extermínio da militância de vanguarda e a contenção do ascenso dos trabalhadores e das lutas populares que vinham ocorrendo, para abrir caminho para o ataque aos trabalhadores e à neocolonialização do país.

sexta-feira, 22 de março de 2019

NÃO APOIAMOS PRISÃO DE TEMER PELA AGENCIA DA CIA NO BRASIL

Lava Jato, a principal agência da guerra híbrida da CIA no Brasil, prende Temer e recebe apoio da esquerda brasileira

A Lava Jato prendeu o ex-presidente Michel Temer em um processo midiático, justamente quando estava sofrendo vários golpes e desmoralizações, quando sua máscara estava caindo para amplos setores da população.

Temer é nosso inimigo de classe, assim como o megacapitalista Marcelo Oderbrecht (cuja prisão analisamos em "Manobras golpistas imperialistas"), mas quando a prisão de um inimigo de classe é realizada pelo maior inimigo de todos os trabalhadores do mundo, nós, comunistas, defensores estratégicos dos interesses dos trabalhadores, não temos nada a comemorar, não apoiamos, não nos regogizamos. Nós nos opomos porque isso só fortalece ao imperialismo, não serve de "atalho" para nossa luta. É necessário aqui não se deixar levar pelo calor impressionista diante do frenético bombardeio de informações ilusórias e refletir o que se passa com as ferramentas do materialismo dialético.

quinta-feira, 21 de março de 2019

22 DE MARÇO 2019

Reaja, construa a greve geral!
Abaixo Bolsonaro e Mourão!
Lula livre e novas eleições!


A visita de Bolsonaro aos EUA revelou porque esse desqualificado foi transformado em presidente: por não passar de um puxa-saco de Trump, posto lá para fazer o Brasil retroceder a mera colônia dos EUA.

Agentes da CIA, como Sérgio Moro, com Supremo, com tudo, realizaram o Golpe, montaram a Lava Jato, um tribunal de exceção, para assaltar a Petrobrás e prender Lula, ameaçaram com um novo golpe militar, manipularam as mídias e as redes sociais.

sexta-feira, 1 de março de 2019

ESCRAVIDAO BRASILEIRA

Somos Todos Filhos da Escravidão

Mário Maestri, historiador

Nos momentos de grandes crises, volta-se comumente ao passado, à procura de fundamentos sólidos para escorar não raro para visões de mundo e projetos estrombólicos. No nosso país se tem feito o mesmo com criatividade singular. Somos uma nação imensa, de riquezas indescritíveis e de passado terrível, o que ajuda a explicar nossa triste sorte de gigante encepado. Ao debruçarmo-nos sem medo sobre o espelho da história, podemos arrancar dele visões reais do passado que contribuam para a superação dos fantasmas que nos assombram.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

ASSEMBLEIA DA CLASSE CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA DE BOLSONARO

20/F - Todos às ruas por verdadeiras Assembleias da Classe Trabalhadora, para construir a Greve Geral contra a reforma previdenciária de Bolsonaro

Na quarta, dia 20 de fevereiro de 2019, o governo Bolsonaro deve enviar ao Congresso Nacional a sua proposta de emenda à Constituição (PEC) que pretende restringir o acesso às aposentadorias dos setores público e privado. Nesse dia, as centrais sindicais anunciaram atos contra a Reforma da Previdência aos quais chamaram de “Assembleias da Classe Trabalhadora” para se contrapor a famigerada proposta do governo militarizado do capitão, que pretende impor um sistema de capitalização que vai minar o futuro de todas as aposentadorias.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

DECLARAÇÃO SOBRE A VENEZUELA

Derrotar o golpe patrocinado pelos EUA contra a Venezuela
Frente Única Anti-Imperialista contra os EUA para derrotar sua hegemonia global desesperadamente belicista

Comité de Ligação para a Quarta Internacional


À medida que a crise global do imperialismo mundial se aprofunda, o governo Trump se torna cada vez mais fanático e desesperado para reafirmar sua dominação global como a única superpotência para restaurar e aumentar as taxas de lucro de suas grandes instituições financeiras e corporações transnacionais. Existem quatro regiões principais que são os alvos de suas agressões hoje:

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

ELEIÇÕES - SINTSEF/CE

Por um sindicato de combate à ditadura militarizada e privatista que o governo Bolsonaro ameaça instaurar

Nos dias 4 e 5 de fevereiro ocorrerão eleições para a escolha da nova diretoria do Sindicato dos Servidores públicos federais do Ceará. O SINTSEF/CE é um dos maiores do Estado, com uma base superior a 19 mil trabalhadores. O jornal Folha do Trabalhador apoia a chapa 2, RESISTIR, RENOVAR E LUTAR, do Movluta, um grupo classista e combativo de oposição a burocracia cutista instalada no sindicato há vários anos. A atual diretoria tem se mostrado incapaz de unir a categoria, prepará-la ideologicamente organizá-la politicamente para realizar o combate que exige o momento, de crescimento da extrema direita, instrumento dos apetites vorazes do capital que avança sobre nossos direitos, impondo uma nova contrarreforma do Estado.

A chapa 2 defende muitas propostas novas para defender as condições de vida da categoria, revitalizar a relação da base com o sindicato, o serviço público, e a atuação dos servidores na luta de classes como a anistia das dívidas dos trabalhadores junto aos bancos; a valorização dos serviços públicos; o reajuste salarial anual e reposição de 25,41% das perdas dos Gov. Dilma e Temer, a formação política continuada por local de trabalho e região e o estudo do marxismo, a articulação da unidade de ação entre os trabalhadores federais, estaduais e municipais para derrotar os ataques aos trabalhadores; a unidade das entidades dos movimentos sindical, popular e estudantil para continuar a luta por um Serviço Público, gratuito e de qualidade a fim de realizar ações unificadas para reestruturá-lo e que o sindicato se torne uma ferramenta de combate contra a ditadura militarizada e privatista que o governo Bolsonaro está instaurando para escravizar os servidores públicos, em particular, ameaçados de perder todas suas conquistas, e aos trabalhadores em geral.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

100 ANOS DO ASSASSINATO DE LUXEMBURGO E LIEBKNECHT

"A ordem reina em Berlim!... Ah! Estúpidos e insensatos carrascos! A revolução levantará sua cabeça novamente amanhã e, para o horror estampado em vossos rostos, anunciará com todas suas trombetas: ‘Eu fui. Eu sou. Eu serei!Últimas palavras escritas por Rosa.
Berlim, 13/01/2019, 10 mil manifestantes homenageiam Rosa e Karl
Humberto Rodrigues

Há um século, em 15 de janeiro de 1919, a coronhada de rifle de um soldado a mando de um governo reformista esmagava a mais brilhante e corajosa cabeça do movimento operário revolucionário alemão depois de Marx e Engels. Este acontecimento, por ter abortado a melhor oportunidade de uma revolução socialista em uma nação capitalista avançada foi como uma tragédia de proporções bíblicas sobre o futuro da luta do proletariado mundial até os nossos dias.


domingo, 13 de janeiro de 2019

VENEZUELA

Defender Venezuela e Maduro contra o imperialismo e seus fantoches! Avançar na luta pelo socialismo! 
Milícia Nacional Bolivariana
Nicolas Maduro tomou posse para um segundo mandato de seis ano. O imperialismo já recorreu de quase todos os meios, sanções econômicas e diplomáticas, campanha de demonização midiática, bloqueios, terrorismo, desabastecimento, golpe militar para livrar-se do chavismo. Por fim, anunciam abertamente os preparativos para uma intervenção estrangeira no país com o apoio militar dos governos fantoches do Brasil e Colômbia.

Por outro lado, Cuba, Bolívia, El Salvador, Nicarágua, China, Rússia, Turquia, México, e a presidente do Partido dos Trabalhadores do Brasil estiveram na posse. A maioria dos governos capitalistas boicotaram.